Viagem à Cusco, Pisac e Macchu Picchu! Turismo no Peru

12/11/2013

Viagem à Cusco e ao Vale Sagrado. Conhecemos varios sitios como Pisac e Macchu Picchu no Peru.

Benvenidos ao Peru! Foi assim que nos sentimos chegando em Lima, nossa primeira parada antes de viajarmos para Cusco. Do aeroporto até o hotel as pessoas foram muito solícitas e eficientes apesar do movimento e das filas que mesmo sendo enormes eram extremante rápidas, principalmente a fila da imigração.

Dicas de viagem para Cusco

A viagem foi um pouco cansativa porque esperava que fossem ser 4 horas de vôo quando na verdade são 6 horas de SP à Lima onde teríamos que esperar por mais seis horas até o vôo para Cusco, como chegamos tarde em torno das 22:30 e o vôo para Cusco seria as 05:10, resolvemos ir para um hotel o mais próximo possível do aeroporto e ficamos no Ramada que fica exatamente na frente do aeroporto. O hotel era exatamente o que precisávamos algo simples, confortável e próximo. Clique aqui para o site do Hotel Costa Del Sol Ramada

Nosso vôo para Cusco logo cedo foi tranquilo a vista aérea é muito diferente, o aeroporto de Cusco é bem pequeno, então não deixe para comprar nada por lá, como protetor solar ou trocar dinheiro como estávamos sem dinheiro da moeda local tivemos que trocar no aeroporto mesmo para o taxi e foi bem mais caro que seria em Lima. Saindo do aeroporto pegamos um taxi até o nosso hotel, fiquei bem surpresa com a cidade de Cusco imaginei que fosse bem menor, mas a cidade tem 500 mil habitantes, porém a parte turística gira em torno da catedral que fica na Plaza das Armas. É importante encontrar um hotel que fique próximo a essa área.

Hotel em Cusco

O nosso hotel escolhido foi o Palácio Nazarenas o mais novo hotel do grupo Orient Express, ficamos muito felizes com nosso quarto e com a estrutura do hotel, que por sinal é o único hotel com piscina, que ainda por cima era aquecida. Nosso quarto era lindo e tinha oxigênio incluído, piso aquecido um mordomo disponível e ainda uma aula de como fazer o Pisco Sour a bebida tradicional peruana no nosso quarto! Para ver mais detalhes do hotel veja o vídeo que eu fiz da minha suíte no youtube: Palacio Nazarenas suíteHotel em Cusco

Hotel Palacio Nazarenas Peru

Piscina Palacio Nazarenas

Hotel de luxo no Peru

Palacio Nazarenas

Dicas de hotéis no Peru

Viagem romântica para o Peru

No spa do Hotel depois da massagem tomando chá de coca 😉

Hotel de luxo em Cusco

O que fazer em Cusco

No primeiro dia resolvemos aproveitar o hotel para acostumarmos com altitude, então fizemos sauna, fomos para a piscina e fizemos massagem relaxante típica da região, depois de descansar da viagem resolvemos passear pela Plaza das Armas e comer em algum dos restaurantes recomendados: o Limo Cocina Peruana. O restaurante é realmente muito bom, desde as entradas ao prato principal e os drinks foram sem dúvida os melhores que bebemos no Peru! Logo após tivemos a sorte de ver a procissão do Senhor dos Milagres, que é uma das festas religiosas mais importantes do Peru e começa todo dia 18 de outubro, por isso durante outubro em homenagem ao santo a cor roxa, por isso eles chamam outubro de mês roxo, as igrejas são decoradas com flores roxas e devotos utilizam roupas dessa cor. Durante a procissão jovens do sexo masculino carregam a imagem do santo e são acompanhados por senhoras, meninas que carregam flores e incenso.

Turismo em Cusco

Procissão

Catedral de Cusco decorada com flores roxas

Catedral de Cusco decorada com flores roxas

Restaurantes em Cusco

Restaurante Limo

Restaurantes em Cusco para turistas

Restaurante Limo

O que fazer em Pisac, Peru

No segundo dia decidimos ir a cidade de Pisac, que é um dos 4 mais importantes sítios arqueológicos do vale sagrado. Lá pela primeira vez experimentamos a folha de coca, muito usada para chás, ou para simplesmente mascar e ajudar a diminuir as sensações da altitude, como cansaço, tontura etc. A folha deve ser mascada com delicadeza deixando-a no canto da boca, seu sabor é amargo e logo depois que colocada na boca é possível sentir a língua, boca e garganta dormentes. Além da folha é possível comprar diversos souvenir feitos dela, eu por exemplo trouxe balas de coca, para interessados é possível trazer para o Brasil a própria folha.

O que fazer em Pisac

Estrada para Pisac

Turismo em Pisac

Caminho para Pisac

Atrações de Pisac

Estrada para Pisac

Casas no caminho para Pisac

Casas no caminho para Pisac

Casas no caminho para Pisac

Casas no caminho para Pisac

Dicas do que fazer em Pisac

Comprando folha de coca no Peru

Comprando folha de coca!

Sítio arqueológico de Pisac

Sítio arqueológico de Pisac

Arqueologia Pisac

Sítio arqueológico de Pisac

Curiosidades sobne Pisac

Sítio arqueológico de Pisac

Pedra como era feita para ser encaixada uma nas outras de forma que ficassem resistentes a terremotos.

Pedra como era feita para ser encaixada uma nas outras de forma que ficassem resistentes a terremotos.

Construções de Pisac

Pedras como eram encaixadas

Tumbas de Pisac

Cada buraco desse na montanha eram tumbas

Roteiro de Pisac

Mercado de Pisac

Antes de retornarmos para o hotel passamos no caminho pelo mercado da entrada da cidade onde possui artesanatos locais, para mim esse foi o melhor lugar para comprar artesanatos e souvenirs da região. A maioria dos artesanatos que encontramos nas lojinhas em Cusco e em Macchu Picchu são todos muito parecidos, nesse pudemos encontrar algumas coisas diferentes.

Mercado em Pisac

Mercado em Pisac

Arquitetura de Pisac

Pisac

Artesanto de Pisac

Pisac

Crianças em Pisac

Crianças em Pisac

Esse tour que fizemos para Pisac, nós compramos com o concierge do hotel no dia que chegamos. O tour custou 100 dólares por pessoa. Mas incluía passeio durante toda manhã, com motorista e guia local privado. O preço não foi barato, é possível encontrar agências de viagem por toda a cidade que oferecem diversas outras opções. Mas estávamos optando pela comodidade.

Deixamos a parte da tarde para fazermos um tour por conta própria na cidade de Cusco, escolhemos os principais locais que gostaríamos de ir e fomos por conta própria caminhando mesmo, como disse a cidade apesar de ser até grande a parte turística fica bem concentrada, o que facilita para explorar a cidade á pé.

Museu Inca

Museu Inca

Pontos turísticos de Cusco

Cusco

Antes de iniciar nosso tour almoçamos no Ciccionlina, a comida foi maravilhosa, apenas as bebidas que não gostei muito. O dono do Cicciolina também é dono de um outro restaurante chamado Bacco, que também dizem ser muito bom mas infelizmente acabamos não conhecendo. Restaurante Cicciolina e Bacco website

Restaurante Cicciolina Peru

Restaurante Cicciolina

Restaurante Cicciolina Cusco

Restaurante Cicciolina

Passeios em Cusco

Encerrando nosso almoço fomos direto para a Catedral de Cusco no centro da praça. De lá seguimos para a igreja Compañía de Jesus, logo ao lado. Meu conselho seria visitar a catedral depois da igreja, confesso que depois de entrar na catedral a igreja perdeu muito a graça! Mas, ainda assim vale a pena, do segundo andar da igreja, subindo uma escadinha muito inclinada e estreita é possível ter uma vista bem legal da praça e tirar fotos lindas! Depois do “tour religioso” fomos para o museu da coca e para o museu Inca, ambos muito pequenos. Não achei o museu da coca muito legal, o museu inca é fantástico pelo acervo dos objetos que foram encontrados em Machu Picchu e em todo vale sagrado e são um excelente complemento da visita aos sítios.

Passeios em Cusco

Vista da Igreja com a Plaza de las Armas ao fundo

Vista da Igreja Compañia de Jesus com a Catedral de fundo

Vista da Igreja Compañia de Jesus com a Catedral de fundo

 Plaza de las Armas vista da Igreja Compañia de Jesus

Plaza de las Armas vista da Igreja Compañia de Jesus

O que fazer em Cusco a noite

À noite fomos jantar no Chicha que fica na Plaza Regocijo, o restaurante é bem disputado, como não tínhamos feito reserva, tivemos que ficar esperando em torno de 30 minutos. O ambiente do restaurante é bacana, mas a comida não fez muito nosso gosto e os drinks também achamos que deixou a desejar. Restaurante Chicha website

O que fazer em Cusco a noite

Restaurante Chicha

Viagem para Macchu Picchu

Na manhã seguinte acordamos cedo para nossa jornada até Macchu Picchu, pegamos um taxi que nos levou até a estação de trem. Demorou uns vinte minutinhos até o embarque foi bem tranquilo.  Em relação a compra da passagem do trem até Águas Calientes e do ônibus até Macchu Picchu eu escrevi com detalhes no post: Como comprar ingressos para Macchu Picchu.

Nossa viagem de trem de Cusco para Águas Calientes, de onde pegamos um ônibus até Macchu Picchu não foi nem um pouco tranqüila. Nosso trem bateu em um ônibus enquanto passávamos por uma vila e tivemos que ficar parados 2 horas, a viagem que duraria apenas 3 horas, acabou durando 5 e como compramos a passagem no vagão panorâmico (que tem o teto de vidro) tivemos que ficar todo esse tempo no sol! Apesar de tudo isso, até que conseguimos nos distrair, porque coincidentemente onde nosso trem ficou parado estava tendo uma feira local, não pudemos descer mas foi possível ver muito bem a feira do trem. A maioria das “barraquinhas” vendiam comida e o que mais chamou atenção foi a falta de higiene do local e das pessoas, isso pode nos distrair muito durante essas 2 horas de trem parado! A que mais chamou atenção foi uma senhora que vendia carnes, que ficavam todas sobre a tábua da banquinha, as pessoas chegavam olhavam a carne, mexiam para nelas para ver se estava boa e os que escolhiam comprar um pedaço, ela pegava a carne colocava sobre um pequeno tronco, pegava um martelo que ficava no chão de terra e cortava um pedaço, a mesma senhora pegava o dinheiro com as próprias mãos e assim repetiam -se as vendas. O pior detalhe é que como o martelo ficava no chão, as vezes passava um cachorro de rua que o lambia! Mercado de rua de Macchu Picchu

Curiosidades sobre Macchu Picchu

Feira de Macchu Picchu

Feira

Trem em Macchu Picchu

Paisagem vista do trem

Curiosidades sobre Macchu Picchu

Enfim, chegando em Águas Calientes pegamos o ônibus que nos levou até Macchu Picchu. A passagem é comprada na hora mesmo, eu também explico isso no outro post. Chegando em Macchu Picchu tem uma entrada onde eles verificam seu bilhete para entrar no parque arqueológico. Logo depois dessa entrada, do lado esquerdo tem uma mesinha com um carimbo de Macchu Picchu. Você mesmo pode pegar o carimbo e carimbar seu passaporte! Poucos sabem disso, porque a mesa estava completamente vazia quando chegamos! Macho Picchu é alucinante, muitas montanhas em volta e pensar que toda uma civilisação independente vivia ali. Tivemos 3 horas para passear pelas ruínas, parar para descansar e observar toda aquela paisagem e retornar para pegar a fila do ônibus e para pegar a tempo o trem de volta para Cusco. É interessante deixar um taxista agendado para buscar na estação de trem, porque ela é um pouco longe do centro da cidade de Cusco e quando o trem chega tem muita gente para pegar taxi.

Estradinha de ônibus de Águas Calientes até Macchu Picchu, muito medo!

Estradinha de ônibus de Águas Calientes até Macchu Picchu, muito medo!

Carimbando meu passaporte!

Carimbando meu passaporte!

Vale Sagrado Machu Picchu

Finalmente…. Vale Sagrado

Macchu Picchu

Macchu Picchu

Ruínas Macchu Picchu

Macchu Picchu

Vale Sagrado Inca

Vale Sagrado

Fotos Vale Sagrado

Vale Sagrado

Curiosidades sobre as ruínas do Vale Sagrado

Brincando com o perigo! 😀

Sitio arqueológico em Machu Picchu

Sitio arqueológico

Como viajar para Macchu Picchu

Macchu Picchu

Pacotes de viagem para Macchu Picchu

Macchu Picchu

Na mesma noite que voltamos de Macchu Picchu resolvemos descansar e ficar no hotel, no outro dia ainda ficaríamos em Cusco, achei desnecessário para mim o ideal teria sido ir embora no dia seguinte de Macchu Picchu. A sorte que nosso hotel era maravilhoso então não foi difícil ficar um dia a mais lá.

Seguindo viagem para Lima

No outro dia de manhã retornamos para o Brasil dando uma paradinha rápida em Lima. O bairro Miraflores, conhecido como a Ipanema peruana, é bonito com edifícios bons, mas que resume-se mais na orla. Achei a cidade bem pobre, passamos por alguns pontos turísticos e fomos inclusive a um restaurante chamado Gaston, seu chef é o Gaston Acura reconhecido internacionalmente.

Como não tínhamos feito reserva não conseguimos mesa, mas pudemos comer no bar do restaurante. Provamos as entradas e tomamos uns drinks. Sinceramente, não achei nada demais a comida, nem a bebida e muito menos o lugar. Mas, achei legal ter ido para conhecer um pouco das pessoas locais de Lima e também tirar minhas próprias conclusões do restaurante. Apesar de não ter comido o prato principal fiquei bem insatisfeita com as entradas!

Dicas de Viagem para Lima

  • Procure não deixar para trocar dinheiro no aeroporto em Cusco é muito mais caro, tente trocar em algum lugar em Lima.
  • Procure ter sempre em mãos trocados para dar para crianças se quizer tirar fotos
  • Devido a altitude o sol em Cusco é muito forte então não esqueça de levar protetor solar para o rosto e para o corpo, durante o dia é bem quente por conta do sol, mas à noite a temperatura cai muito, chega em torno de 6 graus celsius. Por isso leve roupas leves, mas também leve um casaco!
  • Não esqueça de beber muita água para não passar mal com a altura.
  • Leve o passaporte para seu passeio para Macchu Picchu para carimbar na entrada do parque arqueológico.

Comentários no Facebook

Deixe um comentário