A verdade sobre a suspensão de emissão de passaportes

emissão de passaporte
28/06/2017

Suspensão da emissão de passaportes – uma reflexão

Acordei hoje com mais uma notícia negativa do Brasil. Poderia ser apenas mais uma. Se não influenciasse diretamente a vida do cidadão que preza pela liberdade e direito de ir e vir. A Polícia Federal suspendeu a emissão de passaportes.

De acordo com a PF, a verba para o serviço atingiu o teto orçamentário. A fabricação de novos passaportes só será possível através de uma Medida Provisória ou um projeto de lei aprovado no congresso para ajustar o orçamento público.

Não sei você leitor, mas essa notícia gerou tantas dúvidas e perguntas na minha cabeça que decidi compartilhar com vocês.

Como alguém formada em administração, a primeira  dúvida que me veio à cabeça foi: para onde vão os R$260 que são cobrados para emissão? Se a verba atingiu o teto orçamentário, isso significa que esse valor não cobre os custos da emissão? Isso não poderia ter sido previsto e consequentemente evitado?

Curiosa, resolvi pesquisar sobre o valor cobrado no mundo. Descobri que em outros países o preço não é tão diferente. Alguns inclusive cobram uma taxa um pouco mais cara.

Comecei a me sentir um pouco menos explorada. Mas a sensação não durou muito. Descobri que a maioria dos passaportes possuem validade de 10 anos! Isso mesmo. DEZ ANOS! Alguns países oferecem mais de uma opção de validade, dando é claro  opção de pagar menos. Pra variar, pagamos implicitamente muito mais em praticamente tudo e não seria diferente com o passaporte.

Se temos problema com o processo de emissão e custos, não seria melhor aumentar o prazo de validade para dez anos como é na maioria dos países?

Não é de hoje que tenho a sensação de que não há ninguém administrando nada no Brasil. Ele está à mercê. Lembrando que em dezembro de 2016, seis meses atrás, a emissão foi cancelada! O motivo? A Casa da Moeda aguardava o pagamento de cem milhões em dívidas com o Governo. Será que essa dívida foi paga?

Além disso, algumas horas antes de ler a notícia sobre os passaportes, li uma outra matéria falando sobre o número de brasileiros que saíram do país sem data pra voltar. Diferente do que acontecia antes, pesquisas mostram que atualmente são brasileiros com boa formação educacional e profissional que saem do país com toda a familia dispostos a recomeçar a vida em um outro lugar.

Levando com eles, dinheiro e mais importante que isso, mão de obra qualificada.

Sendo assim, será que ainda existe um ser pensante que tenta administrar um pouco da bagunça? Seria isso uma forma de dificultar a saída daqueles que cada vez mais acreditam menos no tal país do futuro?

Será que o Brasil terá condições de atrair de volta essa mão de obra qualificada para suportar o crescimento do Brasil?

Sei que vivemos em uma Democracia, temos direito de ir e vir e liberdade de expressão. Mas como esse direito está sendo serciado, me questiono se realmente vivo em um país de liberdade. Já que mesmo pagando impostos que não são poucos, o resultado é o mesmo!!!

Como é possível um cidadão pagar por algo e ainda assim não ter direitos?

Abaixo algumas notícias sobre brasileiros que estão deixando o país.

 

Comentários no Facebook

Deixe um comentário