Dicas de viagem para Havana! Curiosidades, informações e impressões!

15/04/2014

Dicas de viagem para Havana! Curiosidades, informações e impressões!

Apaixonante e surpreendente Havana! Essas talvez sejam as palavras que mais podem descrever esse lugar tão único! Meu interesse em ir viajar para Cuba sempre foi mais por curiosidade política e econômica por ser um dos pouquíssimos países que ainda não se entregou ao mundo do “capitalismo selvagem”.

Lembro quando ainda estávamos decidindo o destino da próxima viagem, quando Cuba começou a ser considerada, comecei a ver as fotos que, sinceramente não me atraíam muito. Pobreza e uma arquitetura que parecia que estava tudo caindo aos pedaços. Mas, ao mesmo tempo a curiosidade me atraía. Eu, uma pessoa que desde pequena sempre quis viajar mundo à fora e amo tanto a liberdade, ficava louca ao imaginar como seria viver fechada, sem ter acesso a coisas que para nós são hoje essenciais como a internet principalmente! Rss

Aceitei então o desafio! E lá estava eu desembarcando em Havana, sede de um governo socialista de mais de 50 anos! O aeroporto de Havana mais parecia uma pequena rodoviária de alguma cidadezinha no interior do Brasil. Saindo do aeroporto a sensação era de estar em um filme antigo, com todos aqueles carros do ano de 1950 e até motos da antiga união soviética. O trânsito seguia sem problemas e da janela do antigo carro eu via grandiosas mansões e prédios cinzentos, a arquitetura descuidada, abandonada, com roupas penduradas em quase todas as sacadas e janelas. Cheguei ao Hotel Los Frailes, que era uma antiga mansão que teve como inspiração a Basílica de São Francisco de Assis que fica logo na esquina do Hotel que, apesar de parecer muito um mosteiro nunca serviu como tal. Adorei o hotel, sua decoração e principalmente sua localização que fica no centro de Havana Vieja.

Foi o tempo de fazer o check in e deixar as coisas no hotel e já saí para conhecer o local e fui seguindo ao som de uma música cubana e derrepente: um grupo de músicos tocando e muita gente local dançando! Pessoas de todas as idades, bem ali no meio de uma pracinha, dançando e cantando! Simples assim. É impossível não ser contagiada por essa energia e quando percebi, lá estava eu dançando!

Pacotes de viagem para Cuba

À noite saímos para jantar e fomos a um restaurante recomendado pelo Hotel na Plaza de la Catedral chamado El Patio. A praça é linda e bem no centro havia uma orquestra com violinos! Conseguimos uma mesa na varanda do restaurante e pudemos jantar ao som dos violinos! A música é algo que esta por todos os lados em Cuba. É como se a viagem tivesse trilha sonora. Esse é um dos motivos por eu ter achado Cuba tão surpreendente!

O que fazer em Havana

Próximo a esse restaurante está o famoso “La Floridita” conhecido por ter o melhor Daiquiri de Cuba. Não achei o lugar muito legal para jantar, por isso acabamos comendo no El Patio, mas acho válido ir ao La Floridita para uns coquetéis!

Retornando ao hotel à pé, ficamos com muito medo. As ruas estavam extremamente escuras e vazias, junto dos prédios antigos e mal conservados aquilo parecia mais um cenário de filme de terror. Caso isso aconteça com você também, não se preocupe. A criminalidade é baixíssima por lá então não há necessidade de entrar em pânico como eu entrei! 😉

No dia seguinte fomos para o museu do rum em Havana, o passeio é legal, um pouco turístico demais.

Museu do rum em Hava

Dicas de passeios em Havana

Também caminhamos pelas diversas praças coloridas de Havana Vieja, todas são muito charmosas! Minha predileta foi a Plaza Vieja. Também fomos a Plaza de la Revolution com prédios e esculturas dedicados aos revolucionários Fidel Castro e Che Guevara e José Martí. No final do dia caminhamos por El Malecón e paramos para apreciar a vista da baia e as pessoas que passavam por lá.

Dicas de passeios em Havana

O que fazer em Havana Pontos turísticos de CubaDicas de passeios em Havana

Passeios românticos em Cuba Dicas de turismo em Havana Turismo em Havana

Dicas de Bares em Havana

Final da tarde resolvemos procurar o bar La Bodeguita del Medio. Resolvi pedir informação para um casal na rua. Os dois tinham mais ou menos a mesma idade que a gente. Simpáticos eles deram a informação e depois perguntaram porque queríamos ir lá. Falei que no meu guia dizia que lá tinha o melhor mojito da cidade. Aí eles disseram que não era lá e se ofereceram para nos levar em outro lugar que tinha um muito melhor.

Aceitamos e fomos para um outro bar. Na verdade acho que eles usaram isso como desculpa para conversar com a gente, porque tenho quase certeza que era um bar qualquer! O mojito não estava tão bom, mas a conversa e a experiência valeu a viagem! Poderíamos passar dias conversando! Eles, achando o máximo estarmos em um grupo de pessoas tão heterogêneas, amigos de países diferentes que se conheceram na Austrália viajando juntos para Cuba. Dava para ver o brilho nos olhos deles quando ouviram isso! Como gostariam de ser livres e viajar. Ambos formados, ela economista dizia que lia muitos livros para poder saber como são outros lugares fora de Cuba. Ambos eram contra o governo. Quando perguntei sobre internet, eles mal sabiam como era! Falaram que apenas médicos que viajam para congressos podiam usar. Durante a conversa, que ela me explicou melhor pude entender. Na verdade o que os médicos tem é acesso a email e só. Falando em internet, como turista você poderá ter acesso, só que não é em qualquer lugar que você irá encontrar. E quando encontra você tem que ficar na fila de turistas que querem usar e, quando chegar sua vez você precisará de muita paciência, porque a internet lá é discada e muito lenta! Talvez se você mandar uma carta chegará mais rápido que uma mensagem via facebook! Rss

Bares em Cuba

Enfim, gostaria de manter contato com os cubanos depois de uma tarde tão agradável. Minha vontade ao me despedir depois da conversa acompanhada de mojitos foi de falar: me adiciona no face! Haha

Depois acabamos seguindo o plano inicial e fomos para o famoso La Bodeguita del Medio. O mojito estava realmente melhor porém o ambiente bem diferente. Cheio de turistas! :/

La Bodeguita del Medio

Os cubanos são extremamente simpáticos e estão sempre dispostos a ajudar. E, principalmente fazem questão de conversar com turistas, afinal para eles é a única forma de conhecer um pouco do mundo lá fora e também de tirar um dinheirinho extra.

Para quem quiser comprar charutos dizem que as fábricas de charuto de Cuba são os melhores lugares para comprar. Apesar de serem mais caros que os oferecidos nas ruas a qualidade não é questionável. Havana tem duas fábricas de charutos que oferecem tours a visitantes: a Real Fábrica de Tabacos Partagás e a Real Fábrica de Tabacos H Upmann. Você poderá aprender tudo sobre e ver vários estágios da produção do charuto, da seleção das folhas ao empacotamento do produto final.

Fábrica de charuto em Havana

Outra experiência muito legal que tivemos foi ver os tiros dos canhões,  o chamado “Cañonazo” que acontece todas as noites às 21hrs, em El Morro no velho forte colonial, um dos diversos pontos turísticos de Havana. Mas os tiros de canhão com guardas à caráter é um show à parte. A vista da cidade é magnífica e com o pôr do sol deslumbrante! E, caso queira curtir o pôr do sol com uns drinks, em frente a entrada do Castillo tem uma janelinha que é uma vendinha….lá eu tomei as melhores piñas coladas de Havana! 😀 Por lá também é possível comprar charutos em uma loja oficial, onde está o maior charuto do mundo de acordo com o Guiness book. Também tem artesanato e um museu de armas com todos os artefatos bélicos achados nas redondezas desde a pré- história.

Pacotes de turismo para Havana Dicas de passeios em Havana

Falando de bebida, não poderia deixar de falar também da comida. Comi muita lagosta em Cuba. Além de barato, o prato típico da cozinha cubana foi o mais gostoso que experimentei.

A viagem não poderia ter me surpreendido mais. Conhecer Havana é testemunhar resultados do comunismo, do fim da União Soviética, de revoluções como a de 59 que perduram intocáveis ao longo do tempo, junto com a pobreza e alegria, facilmente notada através da música e da dança. Talvez dentro de alguns anos a bela, intocável e decadente Havana de hoje fique apenas na minha memória e na de futuros cubanos vestidos de terno com seus laptops.

Pôr do sol em Havana

Melhores lugares para visitar em Havana:

  • Ir ao Capitol
  • Passear por El Malecón e ver o pôr do sol na baia
  • Jantar no El Patio ao som de violinos
  • Beber um mojito no La Floridita
  • Experimentar o Daiquiri em La Bodeguita del Medio
  • Plaza de la Revolución
  • Passear pelas plazas de Habana Vieja
  • Ver o show de canhões no Castillo de la Real Fuerza
  • Paseo Del Prado
  • Visitar uma fábrica de charutos

Comentários no Facebook

Deixe um comentário