Dicas de viagem a Dinamarca: entendendo os dinamarqueses

Dicas de viagem para a Dinamarca
19/06/2015

Turismo na Dinamarca!

Pessoal, vou passar a escrever mais para vocês sobre dicas de viagem para a Dinamarca. Além de dar dicas de turismo em Copenhagen, que é hoje uma das minhas cidades prediletas no mundo, vou falar também sobre os dinamarqueses. Já que tive oportunidade de conhecê-los bem, através de amigos e inclusive de um namorado que tive por 5 anos.

Provavelmente suas primeiras impressões de Copenhagen serão bem subjetivas. Pelo menos a minha foi. Sempre procuro definir a cidade que visito em uma ou duas palavras que melhor explique o lugar e as pessoas. Um pequeno exercício que me faz pensar sobre o que é a característica mais indissociável do que vejo. Na minha primeira visita à Copenhagen, minhas palavras foram: antigo e impecável.

O que fazer na Dinamarca

Sinceramente, talvez porque minhas expectativas eram grandes, a cidade até me decepcionou um pouco. Com o tempo percebi o quanto a cidade tem a oferecer, com diversos bares e restaurantes estrelados, além de lojas dos designers mais famosos do mundo, fazem com que a pequena e verde Hopenhagen* não perca em nada para grandes metrópoles. Além da sua rica cultura e da sua desenvolvida sociedade, que com certeza tem muito a nos ensinar.

Pontos turísticos da Dinamarca

Hoje tenho absoluta certeza, de que não importa o quão alta são suas expectativas em relação à Copenhagen, se conhece-la bem, com certeza elas serão superadas!

Passeios românticos em Copenhagen

Créditos: Bota,schutz; Casaco, Armani Exchange; Calça, Diesel; Lenço, Hérmes; Bolsa, Chanel; Óculos, Fendi

Você irá notar que em meio dos antigos, coloridos e impecáveis edifícios, construções modernas de vidro foram construídas planejadamente de forma a combinar o tradicional e “velho” com o moderno. Sua arquitetura antiga bastante simples, (se comparada com Paris, por exemplo) reflete o modo despretensioso de ser do dinamarquês.

Exemplos de arquitetura dinamarquesaArquitetura de Copenhagen

Parques da Dinamarca

Bicicletas, o meio de transporte mais comum entre os dinamarqueses

Restaurante Noma na Dinamarca

Restaurante Noma – Já recebeu o título de melhor restaurante do mundo quatro vezes, seu ambiente típico escandinavo, pouco luxuoso e muito acolhedor!

A simplicidade da forma que criam e recriam suas construções, ambientes e principalmente, estilo de vida, acabam de forma despretenciosa se destacando pelo mundo e os tornam como exemplo de design, sustentabilidade e felicidade.

Felicidade? Sim, de acordo com diversas pesquisas já realizadas, a Dinamarca foi considerada o país com as pessoas mais felizes do planeta. Com tantos bares, casas noturnas e restaurantes, fica fácil de acreditar que mesmo com o clima cinzento e frio, o dinamarquês não se deixa abater.

Dicas de passeios em CopenhagenTurismo Dinamarca

Você pode até achar os dinamarqueses reservados. Mas diferente do latino que já sai distribuindo sorrisos e conversa em qualquer lugar, e que numa primeira conversa já se considera melhor amigo, o dinamarquês, precisa de tempo e principalmente o lugar correto, para fazer amigos.

Não será na rua ou no metro que irão começar uma conversa. Mas, experimente ir em uma festa ou bar e vai ver como é fácil se aproximar das pessoas e como serão receptivos. Uma vez que você consiga fazer amizade com um dinamarquês, você pode ter certeza de que poderá contar com ele e de que realmente é seu amigo de verdade. Com o tempo vejo que os consideram como parte da família, é comum ver amigos de longa data por lá. São tão calorosos entre eles como aqui no Brasil. Se beijam e abraçam mesmo entre rapazes.

A lei de “jante” é um bom exemplo de que os dinamarqueses não são nada individualistas, essa “lei” que mesmo não sendo algo formal é fortemente utilizada pela sociedade. São 10 mandamentos sociais, que se ensinam até em escolas quando ainda são crianças. Os mandamentos se resumem basicamente em ensinar que um indivíduo não é melhor que um grupo. De que nem você ou nada seu, é melhor ou mais especial que dos outros.

Vista aerea de Copenhagen

Como é o clima na Dinamarca?

Elogios à parte, é claro que assim como tudo e todos, Copenhagen também tem seus defeitos. Apesar do mal tempo ser conhecido como uma característica, poucas vezes pequei chuva. Mas realmente até eles comentam o “Danish Weather”. Sei que na Dinamarca em geral, o tempo pode ser cinza e chuvoso e estragar muito passeio e fazer com que você acabe indo embora sem querer voltar. Chuva é chato mesmo! Pra frio e neve tem solução (Casaco correto). Outro defeito é que tudo é muito caro. Desde um simples café a um hotel qualquer. Então prepare o bolso!

Clima em Copenhagen

Como é o tempo em Copenhagen

Créditos: Casaco, MaxMara; Luvas, Armani

Hoje apesar de ser muito difícil escolher duas palavras para definir a Dinamarca e seu povo, eu consegui fazer melhor e chegar a uma única que me ensinaram: “hygge”.

Hygge é a palavra que descreve algo unicamente dinamarquês, assim como a palavra saudade, não há tradução específica, e pode ser aplicada a pessoas e ambientes. Entende-se como algo sociável, simples e aconchegante, como uma reunião agradável entre amigos ou um ambiente convidativo ao aconchego.

Qual a melhor época do ano para viajar para Copenhagen?

Minha dica para quem esta programando uma viagem para Copenhagen é ir em junho ou em dezembro. Em junho suas chances de pegar dias bonitos são mais altas. Sem contar que serão os primeiros dias de verão de verdade, então a cidade fica agitada e todos querem aproveitar e curtir os dias de sol e “go outside”. Claro que julho também é, só que acredite em mim, a Dinamarca pára em julho, praticamente todos eles saem do país de férias. Rss. Então, não acho que quem for em julho vai “viver” o que é realmente Copenhagen e seus habitantes.

Além disso, você vai correr o risco de pegar dias super quentes, e passar muito desconforto com o calor, numa cidade que não é adaptada para esse clima. É raro encontrar um ar condicionado, mesmo em hotéis ou restaurantes de luxo.

Outra época que AMEI por lá foi dezembro, quando toda a cidade fica decorada para natal! Você vai descobri que nunca teve um natal de verdade até ir na feira de natal do Tivoli em Copenhagen ( Clique aqui para ver o post de natal em Copenhagen ). Outra dica importante é não deixar de sair, ir nos restaurantes, bares, baladas. Mesmo se estiver chovendo ou frio, para eles esse clima é normal e você pode acabar deixando de conhecer muito lugar legal por conta disso.

Veja mais fotos da Dinamarca no instagram do blog: @Kawalk_

Hopenhagen* – Movimento que atribuíu “Hope” ao nome da cidade, que significa “esperança” por decisões que possam evitar o aquecimento global.

Clique aqui para ver o post de natal em Copenhagen

Comentários no Facebook

Deixe um comentário