Passeios e locais não turísticos em Lisboa

diferenças entre português de Portugal e do Brasil
23/09/2017

Locais e passeios não turísticos em Lisboa

Quem me acompanha no Instagram @Karina.sell, sabe que passei alguns meses em Lisboa! Durante minha estadia recebi várias dicas incríveis de seguidores alfacinhas! A dica desse post foi enviada pela querida Andreia Jesus, de passeios não turísticos em Lisboa.

São duas sugestões de locais que normalmente não são muito falados aos turistas mas que contam muito sobre a história de Lisboa. Para quem procura algo fora dos tradicionais passeios turísticos não deixem de conhecer e visitar as Galerias Romanas de Lisboa e o Aqueduto das Águas livres.

passeios não turísticos em Lisboa

Fotos de Gustavo Bom via site Evasões.pt

Galerias Romanas subterrâneas na Rua da prata

As galerias romanas de Lisboa foram descobertas no século XVIII. Dizem os locais que serviam de ligação ao castelo de São Jorge para abastecimento do mesmo. Como o Castelo era fechado por muralhas, as Galerias Romanas serviam como um dos acessos secretos à zona Ribeirinha.

Outros boatos dizem que essas Galerias Romanas de Lisboa, podem estender-se até o rio Tejo, ou também até à igreja de São Vicente de fora.

No entanto de acordo com estudos, as Galerias Romanas de Lisboa serviam apenas de apoio ou de reservatório de água. Descobrir qual a razão real da existência das galerias é o motivo que mais instigam seus visitantes.

No início da sua abertura ao público, a visita só era possível de fazer um fim de semana de Agosto. Em 2015 e 2016 abriram em Abril e em Setembro. Já este ano de 2017, abriram apenas em Abril por questões de segurança na estabilidade dos edifícios que ficam em cima das galerias. Você pode encontrar mais informações neste site ou estar a par das próximas aberturas através da página do Facebook da Câmara Municipal de Lisboa.

Aqueduto das águas livres

Era ferramenta no transporte da água por Lisboa, muitas pessoas o atravessavam a pé. O local esteve fechado por muitas décadas por conta de uma onda de suicídios. Porém, mais tarde descobriram que um assassino chamado Diogo Alves que se escondia nas galerias e assaltava quem passada. Atirando-as depois do arco maior a uma altura de 65 metros. O Aqueduto das Águas Livres foi reaberto ao público com toda segurança. Clique aqui para mais informações.

É possível de visitar: Reservatório da Mãe de água das Amoreiras, Museu da água, Aqueduto das Águas Livres e Galerias do Loreto.

Outra boa notícia sobre Portugal para quem gosta de visitar e saber mais da história do país sem gastar muito dinheiro, é que o nosso estado declarou em Novembro do ano passado que a entrada seria gratuita em todos os museus e monumentos pertencentes à DGPC aos domingos e feriados até às 14h.

Veja aqui a lista dos monumentos gratuitos nessas datas e aqui para mais notícias e informações.

Tem mais alguma dica de passeios não turísticos em Lisboa ou lugares que valem a pena conhecer? Deixe nos comentários!

Obrigada Andreia Jesus pela super dica! ❤️

Leia também

Diferenças entre o português do Brasil e de Portugal

Dicas de viagem para Portugal – Roteiro Lisboa, Cascais e Sintra

No que a Europa me transformou

Roteiro de viagem pelo Marrocos

Comentários no Facebook

Deixe um comentário