Dica de roteiro pela Ásia

roteiro pela Ásia
09/05/2017

Dica de roteiro pela Ásia

Muitas pessoas perguntam sobre o meu roteiro pela Ásia. Resolvi então escrever este post detalhando meu roteiro pela Ásia e porque eu escolhi cada lugar.

Esta foi a primeira vez que eu fiquei tanto tempo viajando. Minha viagem pela Ásia rendeu dois meses e muita história pra contar. Foram 60 dias no sudeste asiático, divididos entre Tailândia, Filipinas, Singapura, Myanmar e Cambodia.

Quem me acompanha sabe o quanto sou apaixonada por esta parte do mundo. Acho fabuloso e indescritível o quanto uma viagem por este continente nos oferece. Uma viagem cheia de contrastes, choque cultural, gastronomia deliciosa, pessoas fascinantes e ainda paisagens de cair o queixo! Sem falar no custo benefício de viajar pela Ásia. Principalmente, o sudeste asiático, que os países são muito mais baratos.

Roteiro pela Ásia (sudeste asiático)

Essas foram as cidades que passei e na minha ordem de viagem:

Bangkok – Koh Samui – Krabi – Koh Phi Phi – Bangkok – Manila – El Nido – Boracay – Manila – Singapura – Yangon – Bagan – Inle Lake (Lago Inle) – Yangon – Siem Riep – Koh Rong – Siem Riep – Capital do Cambodia – Bangkok – Koh Kood – Bangkok – Kuala Lumpur – Manila – Siargao – Manila

Vocês com certeza perceberam que tiveram alguns retornos, como para Bangkok e Filipinas, então ficou meio confuso. Bem, vou me explicar antes que vocês achem que sou louca! Haha

É que comecei a viagem com o Daffonso e terminei com a minha mãe. Ambos não conheciam a Tailândia e queriam muito ir. Por isso acabei indo pra lá duas vezes na mesma viagem. Além disso, uma das ilhas que eu ia no começo da viagem nas Filipinas, teve terremoto. O hotel não poderia me receber mais na data reservada e me ofereceu uma outra data, que pude encaixar no final da viagem. Como ia pegar meu vôo de saída da Ásia pelas Filipinas, encaixei minha ida pra esta ilha no final da viagem.

Tailândia

Comecei minha viagem por Bangkok. Passei três dias e de lá seguimos para Koh Samui, uma das ilhas do Golfo da Tailândia. Escolhi Koh Samui, porque é a ilha que possui mais estrutura. É muito fácil usá-la como base para explorar outras ilhas como Koh Tao e Koh Phangan de lá. É possível pegar o ferry ou comprar passeios de um dia. Além disso, Ko Samui possui vários beach clubs e muitas opções de resorts e hotéis de luxo. Ficamos hospedados no Panacea e amamos! Além de tudo isso, a ilha possui muitas feiras e mercados de rua. Ficamos somente três dias em Koh Samui. Caso você queira conhecer as outras ilhas eu recomendo adicionar pelo menos um dia para cada uma.

dicas de Bangkok

Koh Samui, Koh Phangan e Koh Tao

Em uma outra viagem que fiz para Tailândia, fiz Koh Tao e Koh Phangan também. Koh Tao tem a paisagem incrível e é muito pequena e charmosa. Vale muito a pena conhecer! Queria muito ter ido com o Daffonso, tenho certeza que ele iria adorar! Mas nao gosto de ficar pulando demais de um lugar para outro, então escolhi ficar os três dias somente em Koh Samui.

Veja o post do Panacea aqui 

Já Koh Phangan é onde acontece a famosa festa da lua cheia. A ilha nāo é tão bonita como Koh Tao, nem possui as opções de resorts e hotéis como Koh Samui. Mas é bem animada! Se você viaja com amigos, principalmente do tipo “mochilão”, esta ilha pode ser uma ótima escolha!

Koh Phi Phi, Maya bay e Bamboo island

De Koh Samui seguimos para Krabi, para conhecer as ilhas e praias do mar de Andeman. Como Koh Phi Phi, Maya bay e Bamboo island. Muita gente critica o excesso de turistas dessas ilhas. Mas, sabendo escolher bem os passeios ainda acho que todas elas valem muito a pena.

Para saber como chegar e outras informações veja neste post aqui.

Como no horário que chegamos em Krabi não tinha mais ferry para Koh Phi Phi, tivemos que pernoitar por lá. Ficamos no centro da cidade mesmo, pra pegarmos o ferry para Koh Phi Phi no primeiro horário na manhã seguinte. É possível desembarcar do primeiro ferry e já fazer um passeio pelas ilhas. Mas este seria o pior horário para chegar nelas! Para evitar estes lugares cheios de turistas, pernoitamos em Koh Phi Phi e fomos fazer o passeio bem cedo.

dicas pra viajar pra TailândiaPraia de Ao Nang

Krabi

Você também pode fazer os passeios saindo de Phuket ou de Krabi, sem dormir ou pegar o ferry até Koh Phi Phi. O problema é que você também chegaria no horário que as praias ficam cheias de turistas.

De qualquer forma, pra ir pra Koh Phi Phi seja pra dormir ou fazer os passeios, você vai precisar ir pra Krabi ou Phuket. Como na outra viagem que eu fiz pra Tailândia eu fiz via Phuket, resolvi desta vez fazer via Krabi.

Se você esta na dúvida entre qual das duas cidades começar seu roteiro pela Tailândia. Leia este post aqui.

o que fazer em Koh Phi Phi o que fazer em Ao Nang

Depois de fazermos um passeio privado por Maya bay e Bamboo island, retornamos para Krabi onde dormimos duas noites. Desta vez no hotel de luxo Rayavadee, onde pudemos aproveitar as famosas praias de Ao Nang, Raylay beach e Phranang. O Rayavadee também oferece passeios para Maya bay, Bamboo island e Phi Phi town. Esse passeio é uma ótima opção porque são feitos de speed boat e você consegue chegar antes dos turistas, que em sua grande maioria compram os passeios de long tail. O Rayavadee é uma excelente opção para casais que querem conhecer esta parte da Tailândia de forma mais exclusiva, sem cair nos passeios abarrotados de turistas ou mochileiros.

Veja o post do Rayavadee aqui

Filipinas

De Krabi voltamos para Bangkok para pegar nosso vôo para Manila. De Manila fomos para a cidade de El Nido. Os vôos de Manila para El Nido town são geralmente mais caros. Para quem procura por vôos econômicos, a opção é pegar um vôo para Puerto Princesa e de lá um transfer ou van até El Nido Town. Esse transfer você pode comprar no próprio aeroporto.

De Puerto Princesa fomos para Boracay, a minha última parada da viagem com o Daffonso. Escolhemos ir para Boracay e relaxar no Shangri-la resort. Existem dois aeroportos de acesso, o aeroporto de Caticlan que fica ao lado do ferry para Boracay, e o aeroporto de Kalibo, que fica pelo menos uma hora de distância.

Leia aqui o post de Boracay

Singapura

De Boracay retornei para Manila. Já no mesmo dia o Daffonso pegou um vôo para Londres e eu encontrei com a minha mãe. Seguimos viagem para Singapura, onde passamos quatro dias, suficientes para conhecer a cidade.

Veja posts com dicas de Singapura aqui

Dicas do que fazer em Singapura

Myanmar

De Singapura fomos para Yangon no Myanmar. Como minha mãe nunca tinha ido para Ásia, achei que seria muito interessante esse contraste. Estar um dia em Singapura, uma cidade extremamente desenvolvida e moderna e no outro em Myanmar, um país que ficou fechado para turistas por muito tempo. Ter saído de Singapura e ido para Myanmar logo em seguida, foi como entrar em um túnel do tempo. Foi realmente muito bacana e eu recomendo!

Yangon é uma das principais portas de entrada do Myanmar junto com Mandalay. Acredito que seja ainda melhor que Mandalay, pois encontrei mais opções de vôos e empresas aéreas que fazem a cidade.

Passamos três dias em Yangon e fomos para Bagan, onde também ficamos três dias. Acredito que dois dias em cada seria o mínimo. Em Bagan, acho que vale a pena ver um nascer e um pôr do sol dos templos. Caso você queira fazer o passeio de balão, reserve uma manhã extra. Ou seja, pelo menos duas manhãs e uma noite.

De Bagan fomos para Inle Lake. Passamos três dias por lá também, dois dias para fazer um tour padrão pelo lago e mais um dia para passear e conhecer as pessoas locais são essenciais.

Bagan como chegar no Lago Inle

Cambodia

De Inle lake fomos para o Cambodia, chegamos por Siem Riep onde passamos dois dias e de lá fomos para Koh Rong. Por conta dos horários de ferry, acabamos tendo que dormir uma noite em Sihanoukville. Ficamos três noites em Koh Rong, fizemos passeios por Koh Rong e para Ko Rong Samloem.

Saímos de Koh Rong direto para Phnom Penh, capital do Cambodia. Ficamos apenas dois dias, de lá pegamos nosso vôo para Bangkok, de onde partimos para Koh Kood para passar três dias.

Voltamos para Bangkok, onde dormimos mais três noites para minha mãe conhecer. De Bangkok fomos para Manila, fazendo uma conexão de um dia inteiro em Kuala Lumpur na Malásia. Como eu já tinha ido e não podia perder muito tempo, fui apenas até as Torres Petronas para minha mãe conhecer e voltamos para o aeroporto. :/

Veja aqui o post com dicas de Bangkok

Tivemos que dormir outra noite em Manila, chegamos muito tarde de Kuala Lumpur e saímos no dia seguinte muito cedo para Siargao, ilha que era pra eu ter conhecido no começo da viagem. Ficamos três dias em Siargao e voltamos para Manila, onde finalizei minha viagem.

Fotos de Siargao

Hotéis em Siargao

Mais informações do meu roteiro pela Ásia

Bem, eu não sou aquele tipo de viajante que sai de casa com o roteiro todo pronto. Gosto de pesquisar e ter uma idéia dos lugares, países que quero ir, ou hotéis que quero conhecer. Afinal, tem hotéis que já são o próprio destino em si. Geralmente, organizo alguns dias e deixo outros livres, assim posso “preenche-los” da forma que eu achar melhor. Ficar mais tempo onde eu gostei, ir embora antes ou até incluir destinos que não tinha pensado e alguém que conheci no meio da viagem indicou.

Como essa viagem para Ásia era um tanto quanto longa e, eu já tinha ido para o sudeste asiático e sabia da facilidade de viajar por lá, organizei o começo da viagem para evitar pagar passagens aéreas mais caras. Mas deixei muitos dias livres, principalmente no final. Minha mãe embarcou para me encontrar e nem sabia pra onde ela iria! Rss

Como definir o roteiro pela Ásia

Sou a favor de passar o maior tempo possível em um lugar, conhecer e desfrutar dele o máximo possível pra depois partir para o próximo destino.

Como toda viagem que não é muito organizada, gastei mais tempo em alguns lugares por não ter pensado na logística melhor. Já sabia que esse e outros riscos e imprevistos poderiam acontecer. Mas, acho que isto faz parte de toda viagem e também estava com tempo de me permitir isso.

Minha dica pra quem esta planejando um roteiro pelo sudeste asiático, é pensar principalmente qual seu estilo de viagem. Por exemplo, se você procura um roteiro pela Ásia pra lua de mel, eu excluiria alguns lugares, como Myanmar por exemplo. Não que eu não tenha gostado, apenas acho que para lua de mel, Myanmar pode ser um pouco perrengue, assim como Cambodia e também Koh Phi Phi.

Para casais em lua de mel eu indicaria outros lugares na Tailândia e Filipinas.

Quantos dias ficar na Ásia?

Acredito que para sair do Brasil e ir para o sudeste asiático, você precisa de pelo menos 12 dias. Qualquer roteiro pela Ásia em menos dias ficará muito cansativo, por conta do fuso e também das horas de vôo, que podem ser exaustivas.

Vôos para Ásia

Os principais aeroportos para ir para o sudeste asiático são: Bangkok, Hong Kong e Singapura. Saindo do Brasil, existem opções de vôos pela Emirates, Ethiopian e outras empresas européias como a AirFrance. Já fui para Ásia com essas três companhias aéreas e a única que não recomendo é a Ethiopian. A empresa faz duas conexões, sendo um delas, no aeroporto de Addis Abeba de oito horas! Acredite, ainda que você esteja de executiva você não vai querer fazer esta conexão.

Quando ir para o sudeste asiático?

O que muita gente não sabe, é que a alta e a baixa temporada ou período de monções na Ásia podem variar de um país para outro ou até de uma ilha para outra!

Veja qual o melhor país pra visitar de acordo com a época que você pretende viajar. Em geral, março é um ótimo mês. Porque ainda é época de seca em muitos lugares e você consegue evitar os picos de turistas da altíssima temporada como dezembro, janeiro e fevereiro.

Ainda ficou com dúvidas e dificuldades para montar seu roteiro pela Ásia? Deixa nos comentários!

Leia Também

Viagem para Ásia: Tailândia ou Vietnã?

Curiosidades e informações sobre o Vietnã

Cruzeiro de luxo por Halong bay

 

Comentários no Facebook

Deixe um comentário