Roteiro em Paris

O que fazer em Paris
07/08/2013

Roteiro em Paris

Como Paris tem muito a oferecer e minha experiência da cidade é maior que de muitas outras que já estive, até por morar aqui, percebi que criar um único post sobre a “Cidade Luz” seria impossível. Então, vou escrever vários posts dividindo-os por temas. Esse primeiro, é uma introdução da cidade e dos habitantes locais e sua cultura de acordo com as minhas experiências e meu ponto de vista, também darei dicas dos pontos turísticos, roteiro em Paris e a melhor época para visitar a cidade!

O que fazer em Paris

Le Palais de la Cité

Durante esses meses que estou aqui em Paris se fosse escolher uma única palavra para definir Paris seria “apreciação”.

Depois muito reparar no estilo de vida do parisiense, essa foi a melhor palavra. Parece que aqui não existe mais ou menos, para eles tomar um café, não é simplesmente comprar um café qualquer e sair andando por aí, se vão tomar um café, vão sentar e apreciar o mesmo, assim como um bom vinho e um prato, comer em um bom restaurante na França é realmente degustar, saborear ou melhor ainda, viver uma verdadeira experiência gastronômica!

Você pode notar isso nas diversas pâtisseries e gourmet shops de centenas de anos, com seus produtos que são verdadeiras iguarias. Em pAris, você pode não encontrar o maior do mundo, mas vai encontrar facilmente o melhor do mundo!

Isso acontece frequentemente em lojas centenárias de azeites, vinagres, perfumes, queijos e chocolates, além dos restaurantes, onde você poderá provar o melhor em gastronomia e escolher entre um dos melhores vinhos do mundo! Sem contar nas diversas lojas de roupas e acessórios que fazem a França ser reconhecida mundialmente. Na noite, por exemplo, se vão se vestir o foco não está no corpo, está na roupa, é por isso que são fashions, elegantes e nunca vulgares.

Um pouco da cultura local

Outro exemplo, do que o francês aprecia é uma boa educação, percebi isso quando comecei a estudar o idioma, o francês assim como o espanhol e o português possui o “vous” e o “tu” que define o formal e informal, e eles são realmente utilizados no dia a dia, diferentemente do espanhol e do português que quase nunca utilizam. Cumprimentar uma pessoa antes de falar com ela, é essencial.

O francês aprecia a cordialidade, a educação e a formalidade, muitos turistas brasileiros não percebem isso e com o estilo espontâneo e informal dos brasileiros, acabam sendo extremamentes mal educados no ponto de vista do francês, que irritado acaba reagindo de forma negativa.

Procure usar o máximo das “boas maneiras” trate com formalidade as pessoas, o garçom não é seu amigo e muito menos cachorro pra ser chamado com a mão. Sempre que tiver oportunidade diga Bonjour, merci, entre outras palavras básicas, principalmente ao abordar alguém, afinal decorar três ou quatro palavrinhas no idioma local não será tão difícil assim. Somente a abordagem em francês mal falado já é o suficiente para cativar a atenção do parisiense.

Fuja de lugares cheios de turistas..

Evite lugares que estejam aborratados de turistas, qualquer santo ficaria exausto de lidar com uma multidão de gente ao mesmo tempo, que além de tudo não fala o idioma! Outro ponto importante que se deve ter em mente, é que o serviço em pAris é bem diferente do Brasil, aqui a realidade é outra, os salários são altos, assim como os encargos.

Por isso diferentemente do Brasil, você não vai encontrar tantas vendedoras em lojas, aqui os salários são fixos e não comissionados, assim como também não vai encontrar  ajudantes em supermercados, postos de gasolina e principalmente uma abundância de garçons nos restaurantes e bistrôs, aqui é muito comum o “chef proprietaire” estar servindo. Portanto, quando for fazer um pedido, peça tudo de uma vez: entrada, principal, sobremesa e bebidas. Eles odeiam que peçam uma coisa de cada vez, acham isso um tremendo desrespeito e acabam ficando super mal humorados.

Cada país funciona de uma forma, uma vez que esteja nele é importante “dançar conforme a música”, assim podemos entender melhor os locais, sem tirar conclusões precipitadas e ter uma experiência o mais agradável possível. Além disso, opte por lugares mais tranquilos ao invés de comer em um Café na Champs Élysée por exemplo, vá para as outras avenidas próximas e tenha a oportunidade não apenas de conhecer e ter contato melhor com os locais como também apreciar mais a cidade. Esses pequenos detalhes podem fazer grande diferença! 😉

Qual a melhor época para visitar Paris

Com relação a melhor época do ano para visitar a cidade, vai depender muito mais de você do que da própria cidade em si, já que Paris tem muito à oferecer e o calendário de eventos possui muitas opções em qualquer época do ano e durante o inverno a cidade tem muita estrutura para não deixar você passar frio.

Roteiro em Paris para quem viaja pela primeira vez

Pra quem ainda não teve oportunidade de visitar a cidade e vai visitar pontos turísticos, a melhor época do ano é o final da primaveira. Pois será mais provável que o tempo esteja bom e com menos turistas que no alto verão (junho, julho e Agosto.

Para quem quer fazer turismo essa época os dias são mais longos que no outono. Durante o alto inverno ( dezembro, janeiro e fevereiro), os dias são muito curtos e a Torre Eiffel fica fechada por causa do mal tempo, e caso pegue uma nevasca, apesar de não ser tão comum em pAris, muitos vôos e trens são cancelados.

Para quem não mora na cidade e não sabe lidar melhor com essa situação e está com o tempo contado, um vôo ou um passeio cancelado pode ser muito frustrante.

Dicas para quem já conhece Paris

Para aqueles que já estiveram em pAris, e quer apenas curtir a cidade e fazer compras, a melhor época é setembro ou outubro , que a temperatura ainda esta agradável, não tem tanto turistas, então para fazer algums passeios turisticos também é mais agradável e para apenas curtir a cidade sem ficar indo muito nas atrações turísticas, os dias mas curtos serão uma grande vantagem já que a cidade é bem mais bonita à noite.

Outro ponto importante é que no calor e principalmente no verão, os parisienses em pAris. Eles aproveitam e descem para as praias na costa sul, como Cannes, St. Tropez entre outras. Ou seja, a cidade vai estar cheia de turista, sem festas boas ou locais em restaurantes. Mas, já em setembro e outubro as festas parisienses estão a mil. Maio também é maravilhoso, as flores estão afloradas e o clima está agradável, mas ainda acho que tem mais turistas que no outono e mais horas diurnas, eu não prefiro porque acho pAris muito mais bonita à noite, e com certeza não devo ser a única, por isso o apelido “cidade luz”.

Como se locomover em Paris

Geralmente chegando no aeroporto em pAris, seja qual dos aeroportos chegar, a fila para pegar taxi é gigante, neste caso, existe um transfer da Air France chamado Les Cars Air France, ele faz aeroporto/centro, existem linhas diferentes, a linha do arco do triunfo e da Champs Elysées é o do Etoile/ Charle de Gaulle, além de ter outras paradas em pontos estratégicos da cidade que caso não pare próximo ao seu hotel, será mais fácil pegar um taxi ou um metro melhor que o do aeroporto, de qualquer ponto que ele parar que do aeroporto. O ônibus custa 17 euros na hora e se comprar online custa 11 euros, e o custo/benefício é incalculável. Les cars website

O metro de pAris é muito bom, possui várias linhas e é bem sinalizado, muito fácil de usar. Porém, à noite é melhor evitar, principalmente se for mulher e estiver sozinha. Até durante o dia, pode utilizar o metro tranquilamente, mas tome cuidado com carteira, sacolas e  bolsa. Existe um passe de metrô semanal com passagens ilimitadas durante esse período, a primeira vez é necessário comprar um cartão. A taxa mínima do taxi são 6 euros e mesmo assim, os taxistas normalmente negam corridas curtas. :/

Existe um site muito legal que calcula quanto custa uma corrida: Worldtaximeter

Arrondissements de Paris

A cidade é dividida em 20 arrondissements (bairros), organizados como um formato de caracol no sentido horário, é muito fácil de saber em qual arrondissement você está, pois em todas as placas informando o nome da rua, eles ficam bem em cima do nome, ou no endereço é só ver no CEP os dois últimos números indicam o arrondissement e os dois primeiros devem ser 75 que indica pAris.

A cidade é muito fácil e segura de ser explorada à pé, e caso se canse, existem base com bicicletas disponíveis por toda a cidade, você pode alugar uma e devolver em qualquer outra base. Porém, é necessário cartão de crédito para comprar um passe, os primeiros 30 minutos são grátis, o restante é debitado conforme o uso. Importante verificar quando for devolver uma bicicleta na base de que ela esta trancada, uma luz verde deve ascender, procure também fazer isso nas ruas menos movimentadas se não tiver muita prática. Para maiores informações, mapa de localização de bases ou para comprar o ticket acesse: Velib pAris!

Além disso, existe também um ticket para turistas visitando a cidade, que dá direito a entrada em museus, ônibus turistico, etc… pAris website

Melhores regiões para ficar em Paris

Procure ficar em locais próximos ao centro, já que o metro não é muito seguro à noite, assim não fica tão preso aos taxis e pode aproveitar o melhor horário: à noite na “cidade luz”. Desnecessário dizer que o melhor seria um hotel na Champs Élysée, mas sei que a maioria dos hotéis nessa área são caros, mas existem algums hotéis na Avenue Mac-Mahon entre outras das avenidas que saem do arco do Triunfo e são paralelas a Champs Élysée que possuem alguns hotéis com o preço um pouco mais acessível. Abaixo a lista de alguns hotéis legais, com a localização perfeita e não são hoteis de altíssimo luxo como muitos por ali.

Todos os 3 primeiros hotéis estão maravilhosamente bem localizados, o Mac-Mahon a diária custa em torno de R$600, o hotel é um hotel quatro estrelas, reformado e ainda possui vista para o Arco do Triunfo, por tudo que oferece o preço não esta nada mal. O Troyon é bem mais barato, custa R$25o a diária, mas já são 2 estrelas apenas. O Tilsitt está entre os outros dois em termos de preço e custo benefício. Hotel Tilsitt , Hotel Mac-MahonHotel Troyon Paris

Também tem o hotel Le Bellechasse, fica localizado no 7 arrondissement, o que também  é uma boa localização, fica bem próximo ao Musée D’Orsay, os quartos possui uma decoração bem diferente e o valor da diária é bem em conta, em torno de 260 euros.  Le Bellechasse website

lista dos meus pontos turísticos favoritos em Paris

Louvre , Jardin des Tuileries, Pont Des arts, Musee D’Orsay

Principalmente a parte onde estão as pirâmides e à noite! É sem dúvidas o meu lugar predileto da cidade, não consigo passar por lá e não ficar maravilhada toda vez. Pont des Arts e Jardin Des Tuileries no verão ficam lotados de pessoas fazendo picnics ou simplesmente sentado tomado vinho! Hmmm magnifique!

O Museé D’Orsay possui obras maravilhosas também e um café feito pelos brasileiros irmãos Campana, além de ter um ambiente muito legal possui o melhor Millefeuille de pAris! Meus sabores prediletos são o de framboesa e o de pistache, vale a pena ganhar umas calorias ali e depois esquecer curtindo a vista do terraço!! Musee D’Orsay websiteLouvre website

Louvre a noite

Noite de inverno no Louvre

Onde fica o Louvre

Louvre

Cafe Campana em Paris

Cafe Campana

Opera Garnier

Não deixe de fazer uma visita ou ver um espetáculo, ela é tão linda por dentro quanto por fora! Você pode pagar a entrada que custa em torno de 8 euros e fazer a visita por conta própria ou uma visita guiada. Tente entrar no site e comprar on line, para evitar filas e também conferir os horários de visitas. Opera de Paris website

Opera de Paris

Opera de Paris

Trocadero

É para mim a área mais bonita da torre Eiffel e a melhor para tirar fotos.

Sacre Cœur

É linda e no domingo à tarde geralmente tem artistas de rua, no outono/inverno é muito gostoso ficar sentado nos degraus tomando vin chaud ( vinho quente).

Sacre Coeur em Paris

Pessoas curtindo uma tarde de sol no inverno – Sacre Coeur

Dicas de passeios em Paris

Sacre Coeur

Torre Montparnasse – melhor vista de Paris

A Torre Montparnasse é conhecida como “La plus belle vue de pAris!”, que traduzindo para o português, quer dizer “A mais bela vista de pAris!” E, sinceramente, é verdade! Pois do alto dos 56 andares da Torre Montparnasse você consegue ter uma vista linda da cidade luz e ainda ver a Torre Eiffel! A Torre montparnasse possui um restaurante muito bom chamado Ciel de Paris, que é uma ótima opção para quem quer ter a vista à noite da “cidade luz”!  Torre Montparnasse website

Torre Montparnasse em Paris

Vista de Montparnasse

Vista de Montparnasse em Paris

Vista de Montparnasse

Catedral de Notre Dame

A catedral oferece tours de graça em inglês, nas quartas e quintas as 2hrs da tarde, e sabado as 2:30 da tarde, além de shows noturnos durante o verão, o espetáculo é composto por ópera e imagens projetadas. Vale a pena para quem esta vindo visitar a cidade no verão! Não deixe de entrar no site da catedral e conferir a programação. Notre Dame website

Missa em Notre Dame

Missa em Notre Dame

Catedral de Notre Dame

Notre Dame

La Villette – Opção de museu diferente

É um museu de ciências, bem legal para quem quer experimentar um museu um pouco mais divertido! Possui várias experiências que você pode ver ou participar! Palais Decouverte website

Catacumbas de Paris

É um ossuário subterrânio que foi construído em meados do século XVIII, o Estado depois de uma tentativa de resolver o problema de super lotação do cemitérios na época, que por conta do excesso de material orgânico em decomposição que estava fazendo as pessoas da cidade adoecer, decidiu utilizar os túneis de pAris transferindo os ossos que na época eram despejados no local de qualquer maneira, hoje estão organizados por ossos, formando paredes e paredes. Website Catabombes

Jardin du Luxembourg

Caso esteja vindo para pAris no inverno, não vá porque se tiver nevado e a neve já estiver derretendo será só lama e galhos! 🙁

Jardin Du Luxembourg

Jardin Du Luxembourg

Pontes do Rio Sena

Todas as pontes do rio Sena são lindas, em especial a Pont Alexandre III que é a minha favorita!! Faça um uma caminhada com calma as margens do Sena ou um passeio de barco.

Pont des Arts em Paris

Pont des Arts

Arco do Triunfo

Fica no centro da praça Charles De Gaulle Etoile. É possível subir e ver uma vista maravilhosa da Avenue Champs Élysée. Todos os dias no pôr do sol, soldados fazem uma cerimônia, ascendem fogo e fazem uma pequena homenagem aos soldados que morreram na batalha de Napoleão.

Não existe horário específico, por isso é preciso esperar o entardecer, geralmente 5 horas da tarde nos dias de inverno, e no verão em torno das 8 horas da noite.

Tours guiados com aula de francês

Para quem esta interessado em aprender um pouco de francês ou quer aperfeiçoar o idioma, com esse tour você pode conhecer a cidade e aprender o básico do idioma, suficiente para poder continuar sua viagem.

São algumas horas de aula de francês na parte da manhã com um tour cultural à tarde. É bem legal e ajuda no básico como no restaurante, etc.

Roteiro em Paris

Arc du Triumphe

Passeio de barco em Paris

Super recomendo, já fiz pela Bateaux  Mouches, uma empresa que faz isso há 60 anos, mas existem muitas outras também. Só não aconselho ir no inverno, mesmo nos dias bonitos todo mundo acaba na parte interna do barco e os vidros com o frio embaçam e não dá pra ver nada!  Bateaux Mouches Website

Esses são os meus lugares turísticos prediletos, pAris possui muito mais lugares como: Triangle D’or, Pantheon, Moulin Rouge, Disneyland, Le Marrais, Latin quarter, entre muitos outros.

Em breve, pretendo escrever outros posts sobre os restaurantes, vida noturna e compras na Cidade Luz!

Passeios turísticos em Paris para brasileiros

Louvre

Comentários no Facebook

Deixe um comentário